Devo promover um post no Facebook?

Publicado por Bruno Saraiva em 23 de Maio de 2013

A resposta é sim.

O Facebook é a mais popular rede social do mundo da actualidade certo? Mas ao contrário do que se possa pensar, existe concorrência à rede social de Zuckerberg. Se olharmos para o Facebook como um produto podemos dizer que está na sua fase de saturação, ou inova ou lentamente a sua curva tenderá a baixar. Prova disso é a emergência das APP’s vindas da Ásia como a WECHAT que conta com uns impressionantes 400 milhões de utilizadores (e a crescer) ou a LINE com 120 milhões.

Não quero dizer com isto que o Facebook tenha deixado de ser uma excelente forma de comunicar, até porque o seu target certamente ainda estará no Facebook à sua espera, mas as coisas estão mais complicadas para quem não quer investir.

 

“The Good Old Days”

 

Publicar um post já não é uma tarefa tão linear como antes. Se no passado quando partilhávamos algo, o nosso posts era visto por uma parte generosa dos nossos fãs, actualmente a história é outra.

16%, 12% e às vezes até menos é esta a percentagem de fãs que vêem de facto um post de forma orgânica (sem pagarmos para tal). É muito pouco, especialmente para quem investiu tempo e dinheiro a construir uma vasta comunidade de fãs.

O espaço no Timeline tornou-se o mais apetecível para quem quer comunicar, até mais do que os tradicionais Ad Banners. Promover um post garante que a nossa mensagem seja exibida a mais fãs no sítio exacto onde eles realmente prestam atenção, o seu feed.

Promoted Posts

Promover um post pode ser a única forma de chegar a fãs aos quais nunca chegará de uma forma orgânica.

 

Não é necessário promover todos os posts que lançar de agora em diante, mas é importante perceber que, se deseja utilizar o Facebook para comunicar, terá de ter um orçamento para promover os seus conteúdos pontualmente.

Escolha os conteúdos que melhor se enquadram com o seu target, partilhe imagens, vídeos conteúdo que tenha valor para o seu target e dê um empurrãozinho.

Os resultados serão evidentes em pouco tempo.

 

O renascer do GIF animado

Publicado por André Teixeira em 9 de Maio de 2013

Quem assistiu aos primórdios da internet, recorda-se certamente da abundância de pequenas imagens animadas de gosto duvidoso que proliferavam pelos websites. Os chamados GIFs Animados davam o movimento que então era muito difícil de obter, devido às limitações imposta pelas tecnologia e velocidade de acesso. Com o evoluir da internet, a ascenção (e queda) do Flash, o ressurgimento em força do Javascript e com o HTML5 e CSS3, a dinâmica e o movimento em páginas de internet estava assegurada, e o GIF obsoleto e moribundo.

Agora, este velho formato, antes utilizado para imagens “em construção”, “corações partidos”, setas ou “smiles” animados, está a renascer  e a transformar-se no suporte para pequenas obras de arte. Esta nova tendência utiliza a formato GIF para “congelar” alguns frames de vídeo, que nos permitem contemplar os pormenores, a beleza ou a intensidade de determinado momento, chamam-lhe “Cinemagraph”. Estes pequenos loops de vídeo capturam a nossa atenção e impressionam.

Para além de resultados espantosos, é uma técnica que poder ser muito útil no email marketing, pois é capaz de ultrapassar as limitações impostas por muitos clientes de email, e emprestar às newsletter “aquele pormenor” que as fará sobressair. Alguns estudos demonstram que a introdução de animação nas newsletters podem aumentar a taxa de cliques em 22%.

Aqui estão alguns exemplos do que se pode alcançar com o Cinemagraph, retirados justamente de clássicos do cinema. E não deixe de visitar o site cinemagraphcollection.com para ver a sua vasta colecção.

 

Cinemagraph

Cinemagraph

Cinemagraph

Cinemagraph

Cinemagraph

Cinemagraph

Cinemagraph

Cinemagraph

O marketing de conteúdos não é o amanhã, mas sim o hoje

Publicado por Bruno Saraiva em 8 de Maio de 2013

 

marketing_conteudos

 Cada vez se fala mais sobre o marketing de conteúdos como sendo a aposta lógica por parte das empresas, mas a verdade é que enquanto muitos ainda vêem o marketing de conteúdos como o futuro, alguns já o fazem há anos, sendo já especialistas na matéria. 

 

 

 

A forma mais simples deste tipo de marketing materializa-se numa simples página de blog de uma empresa, como esta que estão a ler. 

Se uma empresa trabalha num determinado sector e até é boa no que faz então porque não mostrá-lo ao mundo e partilhar um pouco do seu conhecimento/experiência?

  • Dicas e tutoriais
  • Ebooks
  • Vídeos 
  • Podcasts
  • Infográficos
  • Apresentações em Powerpoint

Os canais são cada vez mais, à medida que a tecnologia progride e as formas de disseminar o conteúdo também se multiplicam: 

  • Redes sociais (Facebook, Google +, Twitter, Linkedin, Pinterest, Stumbleupon…)
  • Email marketing
  • QR Codes
  • RSS Feeds
  • Fóruns da especialidade

 

Então qual é a dificuldade?

 

O primeiro passo é sempre o mais difícil, pois as dúvidas multiplicam-se: 

duvidas

 – Vamos falar do quê?

Se for um restaurante partilhe as receitas mais exóticas, recolha sugestões de clientes habituais e divulgue-as. Se tiver uma loja de roupa partilhe as últimas tendências acabadas de chegar à sua loja, crie lookbooks com as suas peças e mostre aos seus seguidores como podem usar correctamente os seus produtos. Se vender material de construção crie uma série de vídeo-aulas ensinando a fazer pequenas obras em casa. Desde que seja um especialista na sua área assunto nunca irá faltar. 

– Para quem vamos falar?

Para os seus clientes ou potenciais clientes, todos os negócios têm clientes regulares que se tornam fiéis porque gostam do serviço, mostre-lhes que para além de um bom serviço ainda lhes pode ensinar alguma coisa útil. Todos adoramos aquele sentimento de que estamos a aprender qualquer coisa nova. Além disso existe toda uma imensidão de potenciais clientes ansiosos para o descobrir. 

– Quem irá escrever?

Nem todos temos um escritor dentro de nós à espera de escrever sobre bricolage, moda ou culinária, mas felizmente existem empresas especialistas na produção de conteúdos que o podem ajudar a partilhar com o mundo as suas ideias e experiência dando voz às suas ideias. A Transglobal tem também um serviço de produção de conteúdos que já ajudou vários clientes que precisavam de um empurrão. 

– É preciso muito tempo?

É inevitável, se quer apostar em marketing de conteúdos e o quiser fazer você mesmo terá de dispender algum tempo, tempo é dinheiro pense nisso como um investimento que lhe pode render mais negócio. Se não tiver tempo pode sempre pedir ajuda a alguém para o ajudar com a produção dos seus conteúdos.

– É muito complicado?

É o seu negócio, a sua área de especialidade, e você domina o tema melhor do que ninguém, além disso, existem plataformas para a criação e distribuição de conteúdos tão simples de usar que qualquer pessoa pode tornar-se um produtor de conteúdos. É preciso abraçar as novas tecnologias e todo o potencial que elas nos disponibilizam. 

 

Coloque as dúvidas de lado e veja o exemplo de empresas que já praticam marketing de conteúdos há anos e com sucesso.

 

 A Kraft Foods foi pioneira a explorar o potencial do Marketing de Conteúdos. Estávamos em 1992 quando lançaram o KraftFoods.com onde partilhavam receitas e dicas de cozinha e quando em 2005 o Youtube se apresentou ao mundo, estiveram entre os primeiros a lançar um canal com conteúdos relacionados, e quando mais tarde o se deu o boom do Pinterest não hesitaram em criar os seus próprios boards com imagens de receitas que sempre foram os conteúdos mais pesquisados. 

 

kraft-foods

Em Portugal a Transglobal foi pioneira em Marketing de Conteúdos integrados numa estratégia de Content Engagement. Mastercard, CGD, EMI Music, Starfoods, Leya, El Corte Inglês, MG S.A., Zon Lusomundo, Fnac, e Brodheim são algumas das empresas para as quais a Transglobal desenvolveu projectos de Content Engagement

Grupo Brodheim que gere em Portugal um conjunto de grandes marcas como GUESS, FURLA, Burberry entre outras, apostou também numa estratégia de martketing de conteúdos ao criar um portal dedicado à Moda e Lifestyle – o betrend.pt.

 

betrend

 

No portal juntam-se diariamente os aficionados da moda, fashionistas, curiosos pelos temas e todo um conjunto de pessoas ligadas à moda que para além de acompanharem as últimas tendências entram também em contacto com as novidades dos produtos das várias marcas representadas pelo grupo assim como as suas promoções, catálogos e campanhas publicitárias. 

 

 Se quiser apostar numa estratégia de marketing digital fale connosco.

Sobre Nós

Somos uma Agência de Comunicação Global que cria projectos nas diversas áreas da Comunicação, numa estrutura única, com valências em Brand Strategy, Design e Advertising, Digital e  Content Engagement.

Contactos TG

Escritório e Atelier:
Rua Costa Pinto, 23
2770-046 Paço d'Arcos-Portugal

Tel: +351 214 567 042
Tlm: +351 934 053 447
Email: info@transglobal.pt

Redes Sociais TG

© 2018. Transglobal Comunicação e Publicidade, Lda. Todos os direitos reservados

scroll to top